Ciências Sociais

slider

A PUC-SP é a melhor universidade privada do país em qualidade de ensino, ocupando a...
/assessoria-de-comunicacao-institucional/noticias/cursos-da-puc-sp-sao-destaque-no-ruf
http://cursos.pucsp.br/sites/default/files/sites/default/files/noticia/slide/ruf_noticia_cursos.jpg
A PUC-SP aumentou de 27 para 30 cursos estrelados na premiação Melhores Universidades,...
/assessoria-de-comunicacao-institucional/noticias/guia-do-estudante-30-cursos-com-estrelas
http://cursos.pucsp.br/sites/default/files/sites/default/files/noticia/slide/img_geral_noticias_cursos.jpg
O Vestibular PUC-SP 2015 está com inscrições abertas até 18/11. A prova acontece dia 7/...
/assessoria-de-comunicacao-institucional/noticias/vestibular-puc-sp-2015-inscricoes-abertas
http://cursos.pucsp.br/sites/default/files/sites/default/files/noticia/slide/pucvest2015-banner_carrossel-620x318.jpg
Apresentação 

O curso de Ciências Sociais da PUC-SP é o mais tradicional e bem avaliado da cidade de São Paulo. Desde o início da década de 1960, cientistas sociais formados pela PUC-SP são requisitados para ocuparem postos de trabalho em associações da sociedade civil, secretarias de governo municipal e estadual, assessoria de prestações de serviços públicos, empresas e em renomados institutos de pesquisa das condições sociais, políticas e econômicas da população brasileira. O curso também prepara para o ingresso na pós-graduação oferecendo uma solida carreira de professor e pesquisador acadêmico em nível de mestrado e doutorado. Há 40 anos o Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais da PUC-SP prepara pesquisadores que atuam na carreira docente nas principais universidades brasileiras públicas ou privadas.

O Bacharelado em Ciências Sociais é semestral, totalizando oito semestres, com duração de quatro anos e estrutura-se em três áreas de conhecimento: Antropologia, Política e Sociologia; possui também um grande eixo de disciplinas e atividades voltadas à pesquisa, como Métodos e Técnicas de Pesquisa, Laboratório de Formação do Pesquisador e Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Compõe-se a grade curricular de disciplinas complementares para a formação do Cientista Social, a saber: Economia, Filosofia, Psicologia, Historia e Geografia. Este conjunto variado de disciplinas de diferentes áreas de conhecimento e de atuação formam pesquisadores munidos de um saber de natureza multidisciplinar, assim como de pensamento crítico, criativo e autônomo, capazes de problematizar a realidade histórica, social, política e cultural.

As instituições sociais, órgãos públicos e empresas privadas necessitam cada vez mais de profissionais capazes de avaliar criticamente situações complexas, de construir problemas e questões que orientam a coleta de dados empíricos de pesquisa que irão subsidiar as possíveis soluções. Os problemas das grandes metrópoles, questões ambientais e globais, protestos e revoltas políticas antisistêmicas, os direitos das populações indígenas e tradicionais são alguns dos problemas do mundo contemporâneo que exigem a presença de cientistas sociais. Os cientistas sociais - sociólogos, antropólogos e cientistas políticos - formados na PUC-SP desenvolvem atividades de ensino, pesquisa e planejamento, análise de dados, assessoria e consultoria em diferentes áreas como saúde, educação, cultura, planejamento urbano, meio-ambiente, recursos humanos e consultoria política.

 

A PUC-SP se destaca, além da sua excelência acadêmica, por constituir-se espaço de vivência da vida universitária, com a oportunidade de experimentar múltiplos encontros que irão contribuir para a afirmação de modos de vida criativos e o aprendizado da diferença. Em todos os cursos da PUC-SP, o estudante possui a liberdade de atuação em associações estudantis que propiciam a construção de sociabilidades que afirmam a diferença, as controvérsias e a livre manifestação sem cercear os oponentes.

Os estudantes de Ciências Sociais da PUC-SP promovem semanas científicas com temáticas contemporâneas, mesas redondas sobre temas atuais, atividades de ensino de preparação dos alunos oriundos da escola pública para o ingresso na Universidade, atividades culturais, artísticas e festivas. A PUC-SP, especialmente estudantes e professores do curso de Ciências Sociais, se orgulham de uma história de invenção de resistências às formas autoritárias de governos e de convívio societário.

Formas de Ingresso 
  • Processo seletivo por meio de exame vestibular aberto a candidatos que tenham concluído o ensino médio ou equivalente;
  • Processo seletivo específico para portadores de diploma de graduação, sob condição de existência de vagas abertas pela Faculdade, obedecendo ao calendário da Universidade;
  • Matrícula por transferência sob a condição de existência de vaga, obedecendo ao calendário da Universidade ;
  • Prouni, obedecendo ao calendário da Universidade;
  • Reopção de curso, aberta pela Faculdade, obedecendo ao calendário da Universidade.
Gestão 

O curso de Ciências Sociais juntamente com mais 5 cursos de graduação e seis programas de Pós-Graduação stricto sensu compõem a Faculdade de Ciências Sociais.

A gestão do curso de Ciências Sociais se dá por meio de três departamentos: Antropologia; Política; Sociologia. Existe um espaço de representação discente nesses Departamentos.

A gestão do projeto pedagógico é realizada pela Comissão Didática e pelo Núcleo Didático Estruturante, sendo ambos presididos pela Coordenação do curso. Estes órgãos são compostos de representantes discentes e docentes.

Representantes discentes e docentes do curso de Ciências Sociais, diretamente eleitos por seus pares, têm assento no Conselho da Faculdade. Esse Conselho se reúne mensalmente para a tomada de decisões relativas aos interesses dos cursos componentes.
O coordenador do curso de Ciências Sociais, juntamente com os coordenadores dos demais cursos da Universidade, integra a Câmara de Graduação, presidida pela Pró-Reitoria de Graduação.

Laboratórios 
O curso conta com uma estrutura de laboratórios de informática administrada pela Divisão de Tecnologia da Informação (DTI) da PUC-SP. Com um total de 31 laboratórios de informática, divididos entre os campi Marques de Paranaguá (8), Monte Alegre (19) , Santana (2), Barueri (1) e Sorocaba (1), todos conectados em rede à uma velocidade de 100Mps.

Esses mais de 1000 computadores integram os cerca de 2300 computadores da grande rede PUCSPNet, totalmente conectada à Internet, onde utilizamos um link principal de acesso com velocidade de 1Gbps.

Contamos ainda com uma política de licenciamento de software através de programas educacionais e parcerias com empresas como IBM (IBM Rational), Microsoft (MSDN Academic Alliance), CorelDraw, Adobe (Flash, Dreamweaver, InDesign, Photoshop, Director),  além de softwares específicos como Vue, Cinema 4D, SPSS, SolidWorks, entre outros.
Avaliação do aluno 
O critério de avaliação é facultado pelo professor responsável pela disciplina. A Comissão Didática do curso recomenda que a avaliação seja feita por meio de um processo contínuo e variado nos métodos, a saber, seminários, relatórios, prova individual, participação pela leitura da bibliografia e etc. A nota mínima é cinco (5.0), de uma escala de zero a dez, para que o aluno seja aprovado. A nota de aprovação é a média de todas as atividades de avaliação desenvolvidas ao longo do curso. Além da nota mínima, o aluno também tem que frequentar 75% do total das aulas ministradas no semestre.
TCC 

O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é uma pesquisa individual desenvolvida em dois semestres, TCC1 e TCC2, acompanhado por um tutor de cada uma das três áreas: Antropologia, Sociologia e Política, e de um orientador. Para cursar o TCC1 é pré-requisito ter cursado as disciplinas MTP1, MTP2, LAB1 e LAB2. Concluído, o TCC é apresentado numa cópia impressa. É facultativa a sua apresentação oral em sessão organizada pela Coordenação do curso juntamente com os tutores das três áreas; essa sessão é aberta ao público interno e para convidados externos.

Atividades de formação 

O MEC recomenda a introdução de atividades complementares nos cursos de graduação. Além das atividades curriculares, os estudantes devem cumprir uma carga horária mínima de 85 horas de atividades de natureza curricular. São elas, Iniciação Científica, publicações, monitoria, participação e/ou apresentação de trabalhos em congressos, desenvolvimento de atividades de caráter cultural e artístico, mini-cursos, entre outras. Espera-se que os estudantes sejam estimulados à atuação acadêmica, profissional e cultural ainda na graduação. Os estudantes de Ciências Sociais organizam semanas científicas próprias ou participam na organização, juntamente com os professores e a Coordenação do Curso, da Semana de Ciências Sociais, que ocorre com frequência bianual há 30 anos.

Seguem as orientações gerais para cumprimento das atividades complementares e uma tabela com as modalidades de atividades e as cargas horárias correspondentes.

  • Segundo o projeto pedagógico do curso de Ciências Sociais faz-se necessário o mínimo de 85 horas de atividades complementares.
  • O formulário de Atividades Complementares deve vir acompanhado dos seguintes documentos:
  1.  “Relatório de Descrição das Atividades Complementares”, devidamente datado e assinado pelo estudante.
  2. Cópia dos certificados das atividades apontadas no formulário.

O formulário preenchido e assinado pelo estudante, anexada à cópia dos certificados, deve ser entregue na SAE. Depois disso, A SAE encaminhará os documentos para a Coordenação do curso que certificará as horas/atividades cumpridas.

Atividades complementares – Atividades Acadêmicas

Horas/Atividades

Participação em congressos, simpósios, seminários e semanas científicas em Ciências Sociais

20hs

Publicação de artigo em revistas da área de Ciências Sociais

40hs

Publicação de resumos em anais de eventos científicos
Publicação de textos completos em anais de eventos científicos

20hs

Apresentação de trabalhos em congressos, seminários e encontros de Iniciação Científica

40hs

Apresentação de TCC organizada pela Coordenação

20hs

Apresentação de TCC em eventos de recepção de calouros

10hs

Participação na organização e execução de eventos acadêmicos

10hs

Participação na organização e execução de eventos artísticos e culturais

10hs

Participação em Atividades de Extensão Universitária

20hs

Participação em grupo de estudo coordenado por profº da PUC-SP

20hs

Participação efetiva nas atividades de Núcleos de Pesquisa

20hs

Participação em cursos extracurriculares; mini-cursos e atividades programadas

20hs

Participação na organização e promoção de atividades de recepção e convivência comunitária

10hs

Participação e/ou monitoria na Semana e Dessemana de Ciências Sociais

10hs

Participação em oficinas

10hs

Participação em Palestras, conferências e apresentação de trabalhos de IC e TCC (com certificado)

10hs

Participação e/ou organização de atividades do Museu da Cultura

10hs

Projeto de Iniciação Científica (PIBIC –CEPE, CNPq e FAPESP)

40hs

Estágio

30hs

Monitoria

20hs

Curso de linguas estrangeiras ou de português na Universidade

20hs

Disciplinas extra-curriculares

20hs

Produção de Trabalhos Artísticos e Culturais

20hs

 

Intercâmbio Internacional

Os estudantes de Ciências Sociais da PUC-SP têm a oportunidade de participar de intercâmbios em 18 instituições internacionais de ensino superior, localizadas em 11 países; nos últimos anos, a cada semestre, a Sciences Po Paris (França) e a Universidade de Coimbra (Portugal) têm oferecido vagas exclusivas para o curso. A Divisão de Cooperação Internacional presta apoio no desenvolvimento das atividades internacionais dos estudantes intercambistas, inclusive para a recepção de estudantes e professores-visitantes estrangeiros. http://www.pucsp.br/arii/index.htm

 

Estágio curricular 

Não há estágio curricular em Ciências Sociais e, portanto, não é obrigatório. No entanto trata-se de uma atividade altamente recomendável e estimulada pela Universidade. Os estudantes de Ciências Sociais estagiam regularmente em institutos de pesquisa como a Fundação Seade e o IBGE, em órgãos públicos estaduais e municipais ligados à habitação, meio ambiente e saúde e em instituições culturais como museus e Bienal de São Paulo. A Coordenadoria Geral de Estágios – CGE atende tanto os estudantes quanto as entidades - http://www.pucsp.br/estagios/

Matriz e Componentes 

Em 2004, o curso de Ciências Sociais passou por um amplo processo de reforma curricular, resultante de três anos de discussão ininterrupta entre os diversos setores da Universidade. O objetivo era o de aproximar o conteúdo programático de suas disciplinas do que a PUC-SP considera deva ser um cientista social na sociedade contemporânea.Neste sentido, o curso de Ciências Sociais da PUC-SP busca formar um profissional capaz de analisar a realidade social em seus múltiplos aspectos, o que possibilita uma atuação competente.

Pretende uma formação teórica sólida, entendida como suporte para a pesquisa e análise dos fenômenos sociais, a partir de uma postura crítica e reflexiva. O curso oferece pluralidade de abordagens e metodologias para pensar o novo e o complexo que marcam o momento presente.

 

 

Mensalidades 

A Universidade adota o Regime Financeiro semestral ou anual de cobrança, de acordo com o Projeto Pedagógico do curso, sendo a semestralidade ou anuidade paga em até 06 (seis) ou em até 12 (doze) parcelas mensais sucessivas, conforme o caso.
 
O cálculo das mensalidades é feito com base em todas as atividades (disciplinas e outros componentes curriculares) relativas a cada período letivo do curso, de acordo com seu Projeto Pedagógico.

Valor da mensalidade

O Edital de Mensalidades é publicado nos quadros de aviso da Universidade e na página oficial eletrônica especifica os valores calculados para cada curso, com base nas atividades pedagógicas previstas.

Aproveitamento de Estudos
O estudante que ingressar através do processo de Transferência ou pelo processo de Portador de Diploma e tiver aproveitamento de estudos e/ou adaptação curricular, realizará a matricula nas atividades pedagógicas de acordo com o plano de estudos elaborado pela coordenação do curso.

Reajustes de mensalidades
Os valores das mensalidades estão sujeitos aos reajustes conforme Contrato de Prestação de Serviços Educacionais.

Data do vencimento
A data de vencimento de cada mensalidade ocorrerá sempre no dia 5 (cinco) de cada mês.

Pagamento
Os pagamentos efetuados até o dia 1º do mês serão - por mera liberalidade - objetos de um desconto por antecipação, conforme discriminado no boleto. Este desconto pode ser suspenso sem prévio aviso.

Reconhecimento 

Reconhecimento: Decreto Federal n° 54.126 de 12/08/1964, publicado em 15/10/1964
Renovação de Reconhecimento
Bacharelado - Portaria nº 286 de 21/12/2012 .

Duração 

O Bacharelado em Ciências Sociais é semestral, totalizando oito semestres, com duração de quatro anos.

Avaliação do curso 

Nota 4 (quatro) no ENADE
Nota 4 (quatro) no CPC

A PUC possui um sistema institucional de avaliação (CPA) que promove consultas aos docentes e discentes semestralmente. Essa avaliação utiliza de um questionário, on-line, respondido individualmente por alunos e professores de cada curso. Os resultados são publicados e divulgados para toda a comunidade.

O desenvolvimento do projeto pedagógico do curso é acompanhado pela Comissão Didática, composta pelas chefias e um representante de cada um dos três departamentos do curso, a saber: Antropologia, Política e Sociologia e representação discente. Esta comissão se reúne periodicamente. No início e final do semestre letivo os professores de cada período em que ministram aulas se reúnem com o coordenador do curso para a apresentação do Programa e a avaliação final do seu cumprimento.

Núcleo Didático Estruturante (NDE) possui as atribuições acadêmicas de acompanhamento, proposta de reforma, revisão e atualização da proposta pedagógica do curso. Esse Núcleo é presidido pelo Coordenador do curso e composto por três professores de Antropologia, três de Sociologia e três de Política e representação discente que se reúnem com regularidade. As propostas curriculares do curso são discutidas nos departamentos do  curso e aprovadas pelo Conselho da Faculdade e demais conselhos da Universidade.  

Competência e habilidades 

A formação do cientista social compreende cinco grandes eixos:

1 - Pesquisa Acadêmica: construir problemas de investigação de relevância científica.
Os requisitos para uma pesquisa científica exigem uma sólida formação teórica, reflexiva, instigando a imaginação sociológica, o espírito inventivo para a criação de questões e problemas. Para isso oferecemos uma consistente discussão dos sistemas de pensamentos, dos conceitos e problemas já tratados historicamente pelas Ciências Sociais. O exercício intelectual permitirá ao aluno pensar sua própria história, liberar seu pensamento das opiniões do senso comum e permitir-lhe construir com autonomia um modo de pensar crítico.

2 - Ensino: Lecionar em Curso Superior
Para os formandos dispostos a continuar seus estudos na Pós-graduação, a PUC-SP, ao longo de quarenta anos, vem oferecendo mestrado e doutorado de alta qualidade. A expansão das universidades na década de 90, na cidade de São Paulo, ampliou o campo de atuação dos pós-graduados em Ciências Sociais. Os cursos superiores, em sua maioria, adotam pelo menos uma disciplina das áreas de conhecimento das Ciências Sociais, ou seja: Antropologia, Política e Sociologia. Os alunos já convivem na graduação com a pesquisa acadêmica, nas disciplinas de pesquisa, em seus projetos individuais de Iniciação Científica, TCC e em projetos coletivos de professores nos diversos núcleos de pesquisa. Há uma forte articulação entre o curso de graduação e a pós-graduação em Ciências Sociais por meio dos quinze núcleos de pesquisas cadastrados no CNPq.

3 – Atuação Profissional na Sociedade Civil
Há um número considerável de fundações em parceria com o Estado, associações da sociedade civil, serviços públicos de empresas e inúmeras entidades civis, organizações políticas e culturais que requisitam e exigem a qualificação do cientista social. Dentre as principais, na cidade de São Paulo, destacam-se: Fundação SEADE, SESC-SP, SESI, DIEESE, FUNDAP, IPEA, IBGE, Conselhos Municipais gestores de Políticas Públicas, Orçamento Participativo, ONGs, Sindicatos, Movimentos Sociais, Partidos Políticos, FIESP, organizações da sociedade civil. Destacam-se também os centros de pesquisa como o CEBRAP e CEDEC.

4 – Atuação no mercado – pesquisas técnicas.
Pesquisas de abrangência no campo da produção e da disseminação do consumo: pesquisa de mercado, opinião pública e midiática.

5 – Áreas de Fronteira.
As atividades interdisciplinares e multiprofissionais requisitam o trabalho do cientista social, destaca-se o jornalismo, a mídia em geral como analistas de conjunturas política, social e cultural, editorialista, a cultura e a arte. Destaca-se também a atuação nos diversos museus da cidade de São Paulo: Museu do Futebol; Museu da Pessoa; Museu da Lingua Portuguesa; Museu de Arte de São Paulo, Museu de Arte Moderna; Museu Afro-Brasileiro, etc.

Áreas de atuação 

A formação do cientista social compreende cinco grandes eixos:

1 - Pesquisa Acadêmica: construir problemas de investigação de relevância científica.
Os requisitos para uma pesquisa científica exigem uma sólida formação teórica, reflexiva, instigando a imaginação sociológica, o espírito inventivo para a criação de questões e problemas. Para isso oferecemos uma consistente discussão dos sistemas de pensamentos, dos conceitos e problemas já tratados historicamente pelas Ciências Sociais. O exercício intelectual permitirá ao aluno pensar sua própria história, liberar seu pensamento das opiniões do senso comum e permitir-lhe construir com autonomia um modo de pensar crítico.

2 - Ensino: Lecionar em Curso Superior
Para os formandos dispostos a continuar seus estudos na Pós-graduação, a PUC-SP, ao longo de quarenta anos, vem oferecendo mestrado e doutorado de alta qualidade. A expansão das universidades na década de 90, na cidade de São Paulo, ampliou o campo de atuação dos pós-graduados em Ciências Sociais. Os cursos superiores, em sua maioria, adotam pelo menos uma disciplina das áreas de conhecimento das Ciências Sociais, ou seja: Antropologia, Política e Sociologia. Os alunos já convivem na graduação com a pesquisa acadêmica, nas disciplinas de pesquisa, em seus projetos individuais de Iniciação Científica, TCC e em projetos coletivos de professores nos diversos núcleos de pesquisa. Há uma forte articulação entre o curso de graduação e a pós-graduação em Ciências Sociais por meio dos quinze núcleos de pesquisas cadastrados no CNPq.

3 – Atuação Profissional na Sociedade Civil
Há um número considerável de fundações em parceria com o Estado, associações da sociedade civil, serviços públicos de empresas e inúmeras entidades civis, organizações políticas e culturais que requisitam e exigem a qualificação do cientista social. Dentre as principais, na cidade de São Paulo, destacam-se: Fundação SEADE, SESC-SP, SESI, DIEESE, FUNDAP, IPEA, IBGE, Conselhos Municipais gestores de Políticas Públicas, Orçamento Participativo, ONGs, Sindicatos, Movimentos Sociais, Partidos Políticos, FIESP, organizações da sociedade civil. Destacam-se também os centros de pesquisa como o CEBRAP e CEDEC.

4 – Atuação no mercado – pesquisas técnicas.
Pesquisas de abrangência no campo da produção e da disseminação do consumo: pesquisa de mercado, opinião pública e midiática.

5 – Áreas de Fronteira.
As atividades interdisciplinares e multiprofissionais requisitam o trabalho do cientista social, destaca-se o jornalismo, a mídia em geral como analistas de conjunturas política, social e cultural, editorialista, a cultura e a arte. Destaca-se também a atuação nos diversos museus da cidade de São Paulo: Museu do Futebol; Museu da Pessoa; Museu da Lingua Portuguesa; Museu de Arte de São Paulo, Museu de Arte Moderna; Museu Afro-Brasileiro, etc.

Vagas turnos e campi 

Campus Perdizes:

50 vagas / Matutino
50 vagas / Noturno

Histórico 

O curso de Ciências Sociais da PUC-SP é o mais tradicional e bem avaliado da cidade de São Paulo. Desde o início da década de 1960, cientistas sociais formados pela PUC-SP são requisitados para ocuparem postos de trabalho em associações da sociedade civil, secretarias de governo municipal e estadual, assessoria de prestações de serviços públicos, empresas e em renomados institutos de pesquisa das condições sociais, políticas e econômicas da população brasileira. O curso também prepara para o ingresso na pós-graduação oferecendo uma solida carreira de professor e pesquisador acadêmico em nível de mestrado e doutorado. Há 40 anos o Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais da PUC-SP prepara pesquisadores que atuam na carreira docente nas principais universidades brasileiras públicas ou privadas.

Objetivos 

O curso de Ciências Sociais da PUC-SP é o mais tradicional e bem avaliado da cidade de São Paulo. Desde o início da década de 1960, cientistas sociais formados pela PUC-SP são requisitados para ocuparem postos de trabalho em associações da sociedade civil, secretarias de governo municipal e estadual, assessoria de prestações de serviços públicos, empresas e em renomados institutos de pesquisa das condições sociais, políticas e econômicas da população brasileira. O curso também prepara para o ingresso na pós-graduação oferecendo uma solida carreira de professor e pesquisador acadêmico em nível de mestrado e doutorado. Há 40 anos o Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais da PUC-SP prepara pesquisadores que atuam na carreira docente nas principais universidades brasileiras públicas ou privadas.

O Bacharelado em Ciências Sociais é semestral, totalizando oito semestres, com duração de quatro anos e estrutura-se em três áreas de conhecimento: Antropologia, Política e Sociologia; possui também um grande eixo de disciplinas e atividades voltadas à pesquisa, como Métodos e Técnicas de Pesquisa, Laboratório de Formação do Pesquisador e Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Compõe-se a grade curricular de disciplinas complementares para a formação do Cientista Social, a saber: Economia, Filosofia, Psicologia, Historia e Geografia. Este conjunto variado de disciplinas de diferentes áreas de conhecimento e de atuação formam pesquisadores munidos de um saber de natureza multidisciplinar, assim como de pensamento crítico, criativo e autônomo, capazes de problematizar a realidade histórica, social, política e cultural.

As instituições sociais, órgãos públicos e empresas privadas necessitam cada vez mais de profissionais capazes de avaliar criticamente situações complexas, de construir problemas e questões que orientam a coleta de dados empíricos de pesquisa que irão subsidiar as possíveis soluções. Os problemas das grandes metrópoles, questões ambientais e globais, protestos e revoltas políticas antisistêmicas, os direitos das populações indígenas e tradicionais são alguns dos problemas do mundo contemporâneo que exigem a presença de cientistas sociais. Os cientistas sociais - sociólogos, antropólogos e cientistas políticos - formados na PUC-SP desenvolvem atividades de ensino, pesquisa e planejamento, análise de dados, assessoria e consultoria em diferentes áreas como saúde, educação, cultura, planejamento urbano, meio-ambiente, recursos humanos e consultoria política.

A PUC-SP se destaca, além da sua excelência acadêmica, por constituir-se espaço de vivência da vida universitária, com a oportunidade de experimentar múltiplos encontros que irão contribuir para a afirmação de modos de vida criativos e o aprendizado da diferença. Em todos os cursos da PUC-SP, o estudante possui a liberdade de atuação em associações estudantis que propiciam a construção de sociabilidades que afirmam a diferença, as controvérsias e a livre manifestação sem cercear os oponentes.

Os estudantes de Ciências Sociais da PUC-SP promovem semanas científicas com temáticas contemporâneas, mesas redondas sobre temas atuais, atividades de ensino de preparação dos alunos oriundos da escola pública para o ingresso na Universidade, atividades culturais, artísticas e festivas. A PUC-SP, especialmente estudantes e professores do curso de Ciências Sociais, se orgulham de uma história de invenção de resistências às formas autoritárias de governos e de convívio societário.

Grau 
Bacharelado
Regime de matrícula 
Semestre
Campus 
Campus Perdizes
Modalidade 
Presencial
Coordenação 
Contato 

Secretaria da Faculdade de Ciências Sociais (11) 3670 8110
facsoc@pucsp.br

Monitoria 

A PUC-SP oferece vagas para monitores, matriculados a partir do 3º período letivo, que recebem remuneração correspondente ao valor máximo de 03 créditos, pagos semestralmente. Os monitores são selecionados pelos professores e seguem planos de estudos atrelados ao acompanhamento das disciplinas do curso e participam de reuniões regulares com esse docente. Além das vagas nas disciplinas do curso também são oferecidas vagas de monitoria no Museu da Cultura sob a coordenação do Departamento de Antropologia.

Iniciação Científica 

O curso de Ciências Sociais oferece bolsas de Iniciação Científica com entrada anual pela PUC-SP (PIBIC-CEPE OU PIBIC-CNPq) ou o aluno poderá ingressar num projeto de pesquisa do professor financiado pelo órgão Estadual (FAPESP). Os alunos por meio da Iniciação Científica se aproximam do universo das pesquisas acadêmicas, podendo concorrer às bolsas com uma elaboração de um projeto próprio, via CEPE-PUC, ou a partir da participação nos grupos de pesquisa dos professores do curso (FAPESP ou CNPq). As bolsas têm a duração de um ano com a possibilidade de prorrogação. Durante esse período o jovem pesquisador tem a possibilidade de experimentar a prática da pesquisa científica supervisionado por um professor orientador; ao final do processo os resultados obtidos são apresentados em evento acadêmico destinado exclusivamente para essa finalidade.
http://www.pucsp.br/iniciacaocientifica

 

Estágio 

Não há estágio curricular em Ciências Sociais e, portanto, não é obrigatório. No entanto trata-se de uma atividade altamente recomendável e estimulada pela Universidade. Os estudantes de Ciências Sociais estagiam regularmente em institutos de pesquisa como a Fundação Seade e o IBGE, em órgãos públicos estaduais e municipais ligados à habitação, meio ambiente e saúde e em instituições culturais como museus e Bienal de São Paulo. A Coordenadoria Geral de Estágios – CGE atende tanto os estudantes quanto as entidades.
http://www.pucsp.br/estagios

TCC Aluno 

O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é uma pesquisa individual desenvolvida em dois semestres, TCC1 e TCC2, acompanhado por um tutor de cada uma das três áreas: Antropologia, Sociologia e Política, e de um orientador. Concluído, o TCC é apresentado numa cópia impressa. É facultativa a sua apresentação oral em sessão organizada pela Coordenação do curso juntamente com os tutores das três áreas; essa sessão é aberta ao público interno e para convidados externos.

Eventos 

13° Semana de Ciências Sociais

40 anos de Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais
2 a 6 de setembro 2013

2013 2013 IV Seminário de pesquisa em Ciências Sociais - 2013 (TCC) Data: 5ª feira, 05 de dezembro Local: sala 134-C Horário: das 8:30 às 12:30 e das 19:00 às 22:30 Programação

Situação 
Matrículas abertas

Conecte-se à PUC-SP